fbpx

Quando usar restaurações de resina e quando optar pela cerâmica?

Quando usar restaurações de resina e quando optar pela cerâmica?

  Quando precisamos reconstruir uma parte da coroa do dente fraturado ou destruído por carie ou ainda desgastado por erosão ou abrasão, temos basicamente dois grupos de materiais a serem considerados: resinas ou cerâmicas.

Resinas x Cerâmicas

Resultado de imagem para resina x ceramica dente

 As resinas podem ser construídas diretamente na boca ou então realizadas em laboratório e depois “coladas “ no dente, ou seja, de forma indireta.

 As resinas são materiais que incluem componentes orgânicos que, desde que de boa marca e bem manipuladas, servem para fazer uma serie de restaurações dentárias. Porém possuem algumas limitações em relação as cerâmicas.

Quando a destruição do dente é grande, as resinas tem maior possibilidade de fratura do que as cerâmicas.

 Mancham com alguma facilidade. Ao contrario das cerâmicas, que tem absoluta estabilidade de cor

 Em restaurações que envolvem o contato com os dentes vizinhos devem ser realizadas preferivelmente de forma indireta, de maneira que o contato com o dente vizinho seja uma face de contato e não apenas um ponto. Se for de cerâmica terá durabilidade maior, uma vez que não há desgaste com o passar do tempo.

 A resistência à abrasão é maior nas cerâmicas do que nas resinas

 A possibilidade de reproduzir a textura do dente e de ter uma estabilidade de cor também são maiores nas cerâmicas

 A possibilidade de fazer trabalhos maiores com resistência, forma adequada e durabilidade também é maior nas cerâmicas.

 Finalmente , as cerâmicas são mais biocompativeis do que as resinas notadamente quando as restaurações envolvem  contato com a gengiva

 Bom, então afinal porque não usamos sempre as restaurações de cerâmica ao invés das de resina.

 Em primeiro lugar porque cerâmicas no passado significavam um grande trabalho para o dentista e perda de tempo para o paciente, pois  envolvia muitas sessões como preparo e moldagem, provisórios, prova de adaptação, prova de cor etc.  Então pela simplicidade na confecção, pela rapidez com que ser realiza uma restauração de resina e também  pelo preço baixo em relação às cerâmicas,  as de resina eram preferíveis na maioria das vezes.

Bem, as resinas também são um coringa, podendo substituir parte da coroa do dente de forma definitiva ou provisória dependendo da estrutura do dente que restou  de maneira rápida.

 Pequenos reparos podem e devem ser realizados com resinas, pois a confecção de cerâmicas em  muitas casos podem necessitar  de um maior desgaste  da parte remanescente do dente.

 A confecção de cerâmicas de maneira moderna e realizadas no CEREC (equipamento CAD CAM  fabricado pela SIRONA) revolucionou e inverteu a lógica destes procedimentos.

Resultado de imagem para cerec

Estas restaurações de cerâmicas ficaram então mais próximas do paciente e do profissional. O sistema utilizado no CEREC se chama Chair Side  ( o que significa que tudo é realizado ao lado da cadeira do dentista e em uma única sessão )

 Agora é possível realizar restaurações cerâmicas com uma precisão que apenas o escaneamento digital pode proporcionar ,  com o design que só um software bem desenvolvido gera, uma precisão da escultura que só uma fresadora de alta performance pode oferecer e ainda no tempo inacreditável de uma única sessão.

 O resultado real disto é que as mágicas que necessitávamos fazer com as resinas perderam espaço para restaurações lindas, com anatomia adequada, com resistência adequada , biocompatíveis e duradoras que as cerâmicas nos dão.

 Isto não significa que você precisa sair correndo para  substituir todas as suas restaurações de resina por restaurações fresadas em CEREC, a avaliação criteriosa do profissional é que vai determinar isto.

 É possível fresar resinas ao invés de cerâmicas para restaurações no CEREC.  Sim, é possível e em casos selecionados podem dar um resultado tão bom ou melhor do que as cerâmicas.

 Sobre os tipos de cerâmicas (ou porcelanas)  conversamos numa outra oportunidade.

Proin mauris metus, tincidunt eget augue at, iaculis vestibulum nunc. Phasellus elit leo, tincidunt ut viverra quis, sagittis id justo. Donec vel orci sed metus bibendum hendrerit quis non justo. Vivamus diam leo, scelerisque sit amet bibendum eget, interdum at urna. Suspendisse aliquet nisi magna, at tempor felis accumsan et. Nunc sagittis nulla sit amet quam auctor, sed tristique tortor sollicitudin. Nam elementum nulla vel ipsum faucibus, et viverra massa suscipit. Mauris sagittis, nunc sed tincidunt bibendum, sem ligula volutpat nisl, eu sollicitudin augue erat id orci. Aliquam auctor ultricies leo, in facilisis enim faucibus ut.

Nam vel varius orci. In finibus, felis vel suscipit sodales, diam tortor maximus elit, eget porttitor odio lorem vitae dolor. Praesent pulvinar efficitur nisl, vitae pharetra urna tincidunt sit amet. Proin ultrices, diam at gravida facilisis, massa urna lacinia tortor, quis tincidunt diam orci vitae ipsum. Phasellus pharetra nunc non lacus molestie, quis mattis leo vestibulum. Curabitur fermentum tempor nulla, nec gravida est molestie malesuada. Phasellus hendrerit tellus quis bibendum faucibus. Donec laoreet sem enim, non lobortis erat facilisis et. Praesent laoreet nisl eu nisl blandit egestas. Nunc facilisis accumsan velit, ut imperdiet dolor aliquet vitae. Etiam eu lectus urna. Cras at mi massa. Sed mi urna, hendrerit eget ornare eget, tincidunt non eros. Donec finibus vehicula nisi, a faucibus turpis viverra in.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *